sábado, 24 de agosto de 2013

BRASIL FINANCIA CUBA E ASSUME A DÍVIDA DA VENEZUELA:

Dilma Roussef fechou acordo com em nome do Brasil com o irmão de Fidel Castro para financiar as dívidas de Cuba e restaurar os ganhos que a ilha recebia da Venezuela na era de Chaves.

Reportagem sobre deserção de médicos cubanos
O presidente Raul Castro, de Cuba, assinou o projeto MAIS MÉDICOS com o Brasil para financiar as dívidas de Cuba e recompor os ganhos que a ilha recebia da Venezuela quando o presidente Hugo Chaves era o presidente. 

Com um rombo em suas finanças o irmão de Fidel Castro lançou mão da sua amizade com a presidente do Brasil e o presidente ad hoc de nosso país, o sr. Luiz Inácio, através de um projeto que escravidão em que cidadãos daquele país irão trabalhar no Brasil de Graça.

A importância desse projeto para Cuba é que, além de receber milhões de dólares do Brasil, através de um projeto inconstitucional e do contrabando de pessoas, escravizando-as em nosso país, também poderá desenvolver seu projeto ideológico de forma semi-oficial, uma vez que "introduzirá" elementos com alta formação socialista e comunista em nosso país disfarçados de médicos de família.

Dilma recebe presente do presidente da Venezuela
Por sua vez o lucro de Dilma, Lula e do PT será que esses "médicos" ideólogos comunistas espalharão nas periferias e municípios do interior uma falsa e claríssima ilusão: a de que estarão beneficiando as pessoas mais necessitadas do Brasil.

Esse pseudo auxílio à população tem por objetivo criar nessa população carente a expectativa de que o PT, Dilma e Lula se preocupam com os pobres. A verdadeira intenção é politiqueira e visa às próximas eleições.

Com uma oposição frágil e composta de politiqueiros da mesma espécie o Brasil caminha para o caos e a nação para a total decadência moral, ética, ideológica, social; sem possibilidade de um reerguimento em tempo hábil para se recompor nas próximas décadas.

O PT, Dilma e Lula, de comum acordo com Cuba e seus parceiros ideológicos conseguirão, assim, implantar um sistema falido em todo o mundo no País mais próspero dos últimos tempos.

A realidade de Cuba: Loja.
Essa articulação esquerdista é tão perfeita, e seus membros tão competentes, que disfarçam com seus seguidores através de paralisações, passeatas e atos públicos com o objetico de criar uma nuvem de fumaça entre a verdade e a ilusão.

Paralelamente instalam uma comissão da verdade para denegrir mais ainda uma época de recomposição da pátria e da nação e aproveitam para, através de protestos rigorosamente planejados por marqueteiros estrangeiros, tolher os verdadeiros anseios do povo e colocar na lama a imagem das religiões, da família, do cidadão de bem, do  trabalhador, das Forças Armadas, dos profissionais (enganando-os com falsos projetos e falsos vetos à PLs); além de "acabar" com a ética e a moral, lançando no fundo do poço da baderna e da pornografia os bons costumes e a educação.

O tempos vos dirá da minha certeza!

Per hoc tempus!

Um comentário:

Ramon Amaro disse...

Ótimo artigo. Infelizmente eu acredito que o problema seja mais grave do que pareça. O problema maior se encontra na China. Sacrificando a população para que sua economia cresça desesperadamente, a China vem popularizando práticas comunistas e ditatoriais pelo mundo. Temo que toda essa empolgação esquerdista do momento seja decorrente do atual "sucesso" econômico e energético Chinês e de seus demais aliados: Rússia e (implicitamente )o Brasil.